Inscrição
Você adicionou a sua lista de inscrição.
Acrescentar outra inscrição! Prosseguir a inscrição!
X

Contato:

Aguarde, enviando contato!

Espaço Konsenti - Clínica de Psicologia, Psiquiatria e Coaching

Rua Alberto Folloni, 1088 | Curitiba | +55 (41) 3117-4546
☰ MENU

Transtorno Obsessivo Compulsivo

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é o 4º transtorno psiquiátrico mais frequente.

|| Por Admin Work Control

|| dia

|| em Blog

Transtorno Obsessivo Compulsivo

É caracterizado pela presença de obsessões e compulsões. As obsessões são pensamentos, impulsos, ou imagens intrusivas e persistentes, e as compulsões são comportamentos ou atos mentais repetitivos e estereotipados, geralmente em resposta a uma obsessão, como por exemplo, lavar as mãos ou contar.

O paciente com TOC tipicamente reconhece que os sintomas são excessivos ou irracionais e mesmo assim, não consegue resistir a eles. O transtorno obsessivo-compulsivo causa um prejuízo significativo na vida dos pacientes e seus familiares, muitas vezes chegando a incapacitar as atividades de rotina, trabalho e relacionamentos.

Sintomas:

Existem quatro grandes categorias principais de obsessões e compulsões:

· As compulsões de limpeza;

· As de verificação;

· As obsessões puras (pensamentos disruptivos, repetitivos);

· Lentidão obsessiva primária (necessidade de externar com precisão tudo que é feito, o que toma um tempo considerável).

O colecionismo é outro tipo de compulsão que atualmente vem recebendo cada vez mais atenção.

Tratamento:

A Terapia Cognitivo-Comportamental é o tipo de terapia mais indicado para tratar o TOC, cerca de 70% dos que realizam TCC podem obter redução satisfatória ou a eliminação completa dos sintomas. Esse tipo de terapia trabalha com enfrentamento gradual dos medos através de exposição e prevenção de rituais (EPR). Essa é a técnica mais utilizada no tratamento. Nesse trabalho o terapeuta auxilia a pessoa e família, em um primeiro momento, a entender o que acontece no transtorno: a realização dos rituais gera mais rituais, ou seja, mesmo o ritual funcionando para abaixar a ansiedade, isso ocorre em curto prazo e tende a uma repetição.

Em um segundo momento, terapeuta e cliente organizam uma hierarquia, por escrito, dos rituais e pensamentos associados, graduando do menos incômodo para o mais incômodo. A terapia de exposição consiste no paciente gradualmente se expor a essas situações da hierarquia e a prevenção de resposta, no paciente não realizar os rituais. Para que ele consiga realizar a EPR é feito um preparo psicológico anterior, com técnicas de relaxamento, reestruturação de pensamentos e outras. As pessoas com esse transtorno sofrem muito e a terapia produz uma melhora significativa na qualidade de vida.

Para mais informações, entre em contato conosco ou ligue para (41) 3117- 4546 / (41) 99165-4545 e agende sua consulta com nossos especialistas.

Cristiana Almeida
CRP 08/17573

Psicóloga do Espaço Konsenti

Olá , deixe seu comentário para Transtorno Obsessivo Compulsivo

Enviando Comentário Fechar :/